Senar/PE capacita instrutores em mecanização agrícola

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

3 1

A iniciativa é uma aposta da entidade na qualificação da mão- de -obra especializada no Estado

Promover a difusão de conhecimento tecnológico no campo. É com esse objetivo que o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Pernambuco (Senar/PE) vem atualizando os técnicos, que ministram os cursos relacionados à operação de maquinários, sobre as novidades lançadas no mercado para o segmento agropecuário. Trata-se da capacitação “Mecanização Agrícola – custo operacional”, apresentada pelo especialista em mecânica e ex- professor de máquinas e motores da UFRPE, o consultor Josué Ferreira.

O treinamento aconteceu entre os dias 1 e 3 deste mês, na sede da entidade e na Usina Petribu. Durante esse período, um grupo de quinze educadores rurais do Senar, responsáveis pelos cursos de mecânica agrícola em todo o estado, receberam atualizações quanto ao manuseio de equipamentos como tratores – de esteira e de pneu-, retroescavadeira, pá carregadeira, patrol e colheitadeiras. O treinamento aborda três temas estratégicos, Manutenção, Operação e Normas de Segurança em Máquinas.

De acordo com o especialista em mecânica e consultor, Josué Ferreira, a iniciativa de “capacitar quem qualifica a mão-de-obra rural” é de grande valor para a adaptação dos produtores as novas tecnologias agrícolas, uma vez que a falta de conhecimento sobre o maquinário, acarreta uma série de problemas, como despesas em consertos, que podem levar a perda da produção. Além disso, o uso inadequado desses equipamentos pode ocasionar graves acidentes. Josué explica que, na prática, grande parte dos usuários só sabe dirigir o maquinário. “E, na maioria das vezes, de forma errada”, completa. Ele alerta também que, o mau uso danifica o motor, que por sua vez, faz a máquina perder força e interromper suas atividades.

A coordenadora de Treinamentos do Senar/PE, Mônica Pimentel informou que, em Pernambuco, a produção agrícola, com maior uso de maquinário, está concentrada na Zona da Mata (com a cana-de-açúcar) e no Vale do São Francisco (com a fruticultura irrigada). “Essas regiões são as que mais demandam treinamentos em mecânica agrícola”, afirmou.

Em 2015, cerca de 600 pessoas foram capacitadas no estado, nos cursos de mecânica agrícola.Ela ressalta que as cadeias produtivas da cana-de-açúcar e da fruticultura pertencem a um mercado altamente competitivo, em Pernambuco “Para corresponder às expectativas desses setores, o profissional tem que dispor de qualificação técnica atualizada, até porque, o investimento em inovação atrai aumento da produtividade e incremento da renda”, ressaltou a coordenadora.

Quando perguntados sobre o que os alunos devem esperar para as próximas capacitações, os instrutores Gledson Antônio e Victor José foram categóricos ao afirmar que um novo conceito estar por vir. Eles explicaram que não só os equipamentos, como os implementos estão cada vez mais modernizados. Só que isso exige mais atenção a detalhes que, são aparentemente simples, porém indispensáveis para o bom desempenho. Os profissionais recomendaram, ainda, a importância de se planejar os custos de operação da máquina. “Isso permite que o proprietário identifique, previamente, quanto está sendo gasto com o funcionamento”, orientou Gledson. Já o instrutor Victor acrescentou “Por não adotar procedimentos rotineiros, muitas vezes o produtor é obrigado a parar o equipamento, para realização de consertos, o que atrasa a colheita”, destaca.

Cursos – A entidade dispõe de quatro cursos gratuitos em mecânica agrícola. Destes, dois são direcionados a profissionais que já possuem alguma experiência com maquinário, que são os de Operação e Manutenção de Tratores Agrícolas e Manutenção de Carregadeiras de Cana-de-Açúcar. E mais dois de aprendizagem, um em Mecanização e outro em Mecânico de Manutenção de Tratores. Já estes são destinados ao público jovem iniciante. Os interessados em participar dos treinamentos devem ligar para o departamento de cursos do Senar/PE, através do telefone (81) 3312.8966.