Cursos de Forragicultor, Produtor de Mandioca e Apicultura nos municípios do Agreste e Sertão

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

005

 

Mônica Pimentel é Coordenadora de Treinamentos do SENAR-PE

A partir do próximo mês, os municípios de Buíque, Itaíba, Bodocó, Araripina e Parnamirim, localizados no Agreste Meridional e Sertão do Araripe e Sertão Central , respectivamente, vão receber os cursos do Pronatec do SENAR-PE- Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Pernambuco, na modalidade de Formação Inicial Continuada para Forragicultor, Apicultura e Produtor de Mandioca. A parceria com os municípios foi realizada, na semana passada, pela Coordenadora de Treinamentos, Mônica Pimentel e o Supervisor de Treinamentos, Adriano Pontes, do SENAR-PE, em visita às localidades. “Nós encontramos uma boa aceitação e os municípios bastante interessados”, declarou Mônica.
Os cursos do Pronatec doSenar-PE são realizados de acordo com a demanda no Estado e seguem indicação da Secretaria Estadual de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo. O município interessado faz contato com o Senar-PE e este recebe dos Centros de Referência e Associação Social (MDS-CRAS), do município, o mapeamento do público interessado.
Essa será a primeira turma de cursos em 2014. Serão oito turmas, distribuídas em três cursos, sendo quatro de Apicultura, duas de Forragicultor e duas de Produtor de Mandioca, totalizando cento e vinte alunos. O nível de informação dos municípios sobre os cursos surpreendeu Mônica Pimentel que credita o interesse ao Programa Nacional de Promoção de Acesso ao Mundo do Trabalho (ACESSUAS). O programa, além de oferecer apoio financeiro aos municípios, tem como meta inserir no mercado de trabalho 10% dos participantes capacitados. “O diferencial dos cursos do Pronatec do Senar-PE é que os participantes depois inserem-se no mundo dos negócios como empreendedores, garantindo a sua sustentabilidade e o futuro do empreendimento”, declarou Pimentel.